16 de agosto de 2011

Mercedes-Benz CLC 200 Kompressor 2011



O Mercedes CLC é montado desde janeiro de 2008 na fábrica da Mercedes-Benz em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. O processo de produção do CLC utiliza o esquema CKD (completely knocked down). Resumindo, suas peças são fabricadas e importadas da Europa, e apenas a montagem do modelo é feita no Brasil, sem a utilização de componentes locais.

Com sua proposta mais despojada e esportiva (é quase um 2+2, ou seja, leva duas pessoas na frente e mais duas, apertadas, atrás). O Mercedes CLC tenta atrair compradores mais jovens, que nos portfólios das marcas premium só tinham como opções o Audi A3 e o BMW Série 1 (com preços iniciais entre R$ 129.500 e R$ 132.000, respectivamente). O novo modelo da marca da estrela de três pontas substitui o bem-sucedido Classe C Sports Coupé, fabricado até 2005.

Da fábrica mineira saem diariamente 94 unidades do CLC com cinco opções de motorização e uma paleta de cores que inclui vermelho vivo, branco, azul, vinho, preto, cinza e prata. Os CLC produzidos no Brasil são distribuídos para 30 países. Por ora, apenas a versão 200 Kompressor do CLC está disponível para o mercado interno. Esta versão vem com o motor 1.8 a gasolina capaz de entregar 184 cavalos de potência e 25,5 kgfm de torque já a partir de 2.500 rpm.

Um de seus principais atrativos é o generoso espaço do porta malas, que pode um volume variável de até 1.100 litros de bagagem. E por falar na parte traseira, esta chama a atenção pelas luzes Led que formam o brake light, bem como o seu novo pára-choque que realça a largura da carroceria.

Dentro da cabine, o interior apresenta muito conforto, que é proporcionado pelos bancos esportivos mais envolventes, volante multifuncional de três raios e acabamento interno com elementos de alumínio escovado. O estofamento dos bancos possui opções de acabamento em preto, cinza alpaca ou uma combinação de preto e vermelho, conferindo um padrão exclusivo e personalizado.

Um abraço, Fernando A. De Gennaro.


Fotos: Fernando A. De Gennaro

24 de abril de 2011

Volvo C30 2010

.



O Volvo C30 é o modelo de entrada da marca sueca no Brasil. Ele representa uma aposta em um público-alvo diferente, mais jovem e que dá mais valor à esportividade, característica chave do hatch. Em pouco tempo, ele alavancou as vendas da marca no Brasil.

Sem dúvida é um dos hatchs mais bonitos e ousados que possuímos hoje no mercado neste seguimento. O design dele não tem rebuscamentos e inspirações antigas, a Volvo soube criar uma imagem única e moderna ao modelo, principalmente na traseira do veículo onde o grande vidro traseiro em conjunto com as lanternas se sobre-saem. O mesmo acontece em seu interior. O painel traz as informações necessárias. Não há excesso de luzes, de telas, de relógios, nada.


Ele está no que é básico para quem gosta de dirigir: o controle do automóvel. E que belo exemplar deste tipo de máquina os suecos conseguiram criar. O motor 2.0 16V de 145 cv a 6.000 rpm e câmbio manual de 5 marchas ou automático seqüencial de 4 marchas, oferecem uma ótima combinação. As reações são rápidas, a direção é precisa e o carro se comporta bem. Vale lembrar que o Volvo C 30 utiliza a mesma plataforma e suspensão independente nas quatro rodas do Ford Focus atualmente vendido no Brasil.


Um abraço, Fernando A. De Gennaro

..................................................... Fotos: Fernando A. De Gennaro

8 de março de 2011

Lobini H1 Special Edition

.

.
Com design atraente e inovador, o Lobini H1 foi construído sobre uma carroceria onde você pode optar em deixa-la no estilo Targa, retirando o teto rígido ou na versão coupe com teto fixo, e conta com o charme das portas que se abrem no estilo tesoura. Vale lembrar que o Lobini H1 é um esportivo 100% nacional e atualmente é fabricado em Cotia, na Grande São Paulo.
.
O blog De Gennaro Motors apresenta a série Lobini H1 Special Edition, onde o objetivo da marca foi proporcionar mais exclusividade ao esportivo. Entre as novidades desta versão, se destaca a exclusiva cor Laranja Special Perolizado, que foi desenvolvida especialmente pela Lobini Veículos. Além disso, o esportivo vem equipado com rodas na cor grafite aro 17 da TSW e acabamento do santo-antonio com revestimento cromado.
.
Internamente, um novo padrão de acabamento na cor cinza foi adotado nos bancos em couro, volante Sparco e manopla de câmbio cromada. O Lobini H1 vêm equipado de série com: ar-condicionado, direção hidráulica, som Alpine MP3 , conjunto elétrico e coluna de direção ajustável em altura e profundidade.
.
A carroceria fabricada em fibra de vidro passou por diversos estudos e testes no túnel de vento em conjunto com o chassi tubular, onde foram obtidos ótimos resultados de aerodinâmica, performance e resistência ao conjunto. Além dos freios a disco nas quatro rodas e suspensão independente também nas quatro rodas, ele vem equipado com os exclusivos amortecedores a gás JRZ, projetados e regulados especialmente para o Lobini que resultam em conforto e segurança sem abrir mão da esportividade.
.
Para um superior desempenho aerodinâmico o modelo possui um extrator de ar em fibra de carbono instalado entre as duas saídas do exclusivo escapamento em aço-inox..A mecânica Audi 1.8 Turbo de 180 CV e o câmbio manual de 5 velocidades, oferecem excelente performance e desempenho ao super esportivo da marca.
.
Um abraço, Fernando A. De Gennaro.
.

Fotos: Fernando A. De Gennaro